terça-feira, 30 de novembro de 2010

Enrique Ponce grande triunfador da corrida realizada na Monumental de Quito (Equador)


O matador de toiros Enrique Ponce foi o grande triunfador da segunda corrida da Feira de Quito ao cortar duas orelhas e rabo no seu primeiro toiro e escutando ovação no seu segundo.
Ponce executou uma faena de excelente nível ao seu primeiro toiro que contagiou o muito público presente na Monumental de Quito, atingiu o auge da sua actuação com as suas já celebrizadas Poncinas.

De realçar o aplauso que o diestro espanhol (no momento do arraste do toiro), teve para com o toiro indultado que lhe deu o enorme triunfo.
Actuaram ainda os matadores de toiros Morante de la Puebla, que não teve sorte nos toiros do seu lote, nenhum dos dois toiros lhe permitiu brilhar.
Morante que é um toureiro artista e que viu as intenções irem por água abaixo com os derrotes violentos que os toiros lhe deram na muleta (no primeiro toiro divisão e no seu segundo silêncio com aviso) e Curro Rodríguez que tirou a alternativa, mostrou qualidades no capote (dando primazia a Verónicas e a Chicuelinas e na muleta, foi prejudicado devido ao muito vento que se fazia sentir em Quito, (ovação no primeiro toiro e silêncio com aviso no seu segundo).
De salientar a lesão caricata do 1ºtoiro da corrida que foi lidado pelo matador de toiros Curro Rodríguez, que partiu as "mãos" aquando uma investida na muleta do diestro equatoriano.

Lidaram-se toiros da ganadaria Huagrahusí e Triana.





Foto: D.R

Corrida de Toiros em directo no canal Andalucía pelas 17 horas portuguesas




Terá transmissão televisiva a segunda corrida de toiros da Feira de Quito no Equador.
Será transmitida pelo canal espanhol Andalucía a partir das 17 horas (hora portuguesa), o cartel será composto pelos matadores de toiros Enrique Ponce, Morante De La Puebla e Curro Rodríguez que irá tirar a alternativa.

Toiros das ganadarias Huagrahuasí e Triana.


Fotos: D.R

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Toureiros que merecem mais atenção

Venho-vos mostrar alguns dos toureiros que merecem alguma atenção por parte das empresas e que têm valor para continuarem no topo do panorama taurino nacional.

Hoje deixo-vos com um vídeo do cavaleiro Pedro Salvador que em 12 de Abril de 2009 executou na Praça de Toiros de Alpalhão duas excelentes actuações, onde alternou com os cavaleiros Luís Rouxinol e Tiago Carreiras.

Castella arrecada única orelha da tarde em Quito (Equador)


O matador de toiros françês Sebastián Castella foi o único que cortou uma orelha na corrida de toiros realizada na Praça de Toiros de Iñaquito (Equador), mas mesmo assim triunfou, recebeu ovação nos médios ao primeiro toiro que lidou.
Actuaram ainda os matadores de toiros, o espanhol Cayetano Rivera Ordóñez que confirmou a sua alternativa (palmas no seu primeiro toiro e silêncio no seu segundo) e o equatoriano Álvaro Samper (silêncio no seu primeiro e segundo toiros).

Lidaram-se toiros da ganadaria Vistahermosa.


Foto:D.R

domingo, 28 de novembro de 2010

Tarde de enormes triunfos em Carmona (Sevilha)






Foi uma tarde de autênticos triunfos que tiveram lugar no Festival Taurino de Homenagem ao matador de toiros Ortega Cano, que se realizou na Praça de Toiros de Carmona, em Sevilha.

Actuaram neste festival taurino:

Rejoneador:
Diego Ventura - (duas orelhas e rabo)

Matadores de Toiros:

Finito de Córdoba - (orelha)

Juan José Padilla -(duas orelhas e rabo)

Salvador Vega - (duas orelhas e rabo)

Novilheiro:

Rafael Cerro - (duas orelhas)

Lidaram-se novilhos das ganadarias Fermín Bohórquez (para o rejoneio), Torrehandilla, Yerbabuena.




Fotos:D.R

sábado, 27 de novembro de 2010

Toureio a cavalo "As Sortes"




Venho dar a conhecer a alguns aficionados algumas das sortes que existem no toureio a cavalo.

Quiebro- quando cavaleiro e cavalo no momento da reunião, o cavalo faz ligeira batida ao pitón contrário (píton direito) enganando o toiro saindo depois pelo lado esquerdo com o cavaleiro a cravar de alto a baixo a ferragem.
Uma sorte de risco mas que em muito agradada ao público (sorte praticada principalmente pelos rejoneadores espanhoís).

Quarteio- cavaleiro e cavalo no momento da reunião, cavalo "dá" a espádua consentindo ao "estribo" para o cavaleiro cravar a ferragem.
Também é designado de toureio ou sorte frontal.

Par de banderilhas - cavaleiro com as rédeas presas a um laço que a sua indumentária tem, cavaleiro e cavalo abrem quarteio para depois o cavaleiro deixar o par de banderilhas.


Na próxima semana continuaremos a abordar o tema sobre o toureio a cavalo.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Matadores de Toiros que actuaram esta temporada em Portugal

Esta é a lista de matadores de toiros que actuaram esta temporada em Portugal:

Luís Vital "Procuna"
Vítor Mendes
José Luís Gonçalves (que recentemente se despediu das arenas)
Nuno "Velásquez"
António João Ferreira
Sérgio Santos "Parrita"
Francisco Rivera Ordoñez "Paquirri"
Miguel Angél Perera
Juan José Padilla
Sanchéz Vara

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Alguns dos melhores momentos da temporada 2010


Rejoneador luso-espanhol Diego Ventura na sua estreia no Campo Pequeno a 1 de Julho de 2010, actuou com o cavaleiro português João Moura Jr., saíram pela Porta Grande nessa noite os dois toureiros.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Corrida mista sábado em Zihuatanejo (México)





Realiza-se no próximo sábado dia 27 de Novembro pelas 17 horas (hora mexicana), na Praça de Toiros de Zihuatanejo, uma excelente corrida mista, em benefício da Fundação Los Angeles Taurinos.

O cartel será composto pelo rejoneador mexicano Rodrigo Santos e pelos matadores de toiros Otto Rodríguez, José Maurício e Joselito Adame.

Toiros da ganadaria Campo Hermoso.

domingo, 21 de novembro de 2010

Gastón Santos e Manolo Mejía saíram em ombros de corrida mista realizada em Jiquilpan (México)



O rejoneador mexicano Gastón Santos e o matador de toiros Manolo Mejía foram os grandes triunfadores da corrida mista que teve lugar na Praça de Toiros de Jiquilpan (México).

Gastón Santos - (no primeiro toiro cortou duas orelhas e rabo e no seu segundo silêncio).

Manolo Mejía - (orelha no primeiro toito e duas orelhas no segundo toiro).

Actuou ainda o matador de toiros Ernesto Javier Tapia "Calita" (escutou ovação no seu primeiro toiro e cortou uma orelha no seu segundo toiro).

Lidaram-se toiros da ganadaria Darío González.

Cayetano Rivera Ordoñez, saída em ombros de corrida realizada em Lima (Peru)


O matador espanhol Cayetano Rivera Ordoñez (irmão do também matador de toiros Francisco Rivera Ordoñez "Paquirri" e filho do saudoso matador de toiros Francisco Rivera "Paquirri"), foi o principal triunfador da corrida realizada na Praça de Toiros de Lima, no Peru.

Cayetano cortou duas orelhas (no primeiro toiro silêncio e no segundo cortou duas orelhas).

Compuseram ainda o cartel os matadores de toiros espanhoís Miguel Angél Perera (no primeiro toiro assobios e no segundo silêncio) e Morante De La Puebla (palmas no primeiro toiro e silêncio no seu segundo).


Lidaram-se toiros da ganadaria La Ahumada.

Diego Ventura, rejoneador que mais vezes actuou esta temporada em arenas portuguesas


O rejoneador luso-espanhol Diego Ventura foi o que mais corridas toureou no que diz respeito aos rejoneadores que actuaram esta temporada em Portugal.

Ventura toureou por seis vezes em solo português (Beja, Santarém, Lisboa por duas ocasiões, Montijo e Moita do Ribatejo).

Pablo Hermoso de Mendoza toureou por duas ocasiões em Portugal, Coruche e Lisboa.

Leonardo Hernández também ele por duas ocasiões Alcochete e Cartaxo.

José Miguel Callejón também toureou em Portugal, mas só por uma ocasião foi em Arronches.

José Luís Rodríguez, rejoneador colombiano actuou na corrida da sua alternativa, que foi em Lisboa.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

"El Fandi" em ombros na abertura da Feira de Maracaibo (Venezuela)


O matador de toiros espanhol David Fandilla "El Fandi", foi o grande triunfador da primeira corrida da Feira de Maracaibo, na Venezeula ao cortar quatro orelhas e dois rabos (duas orelhas e rabo no primeiro toiro e duas orelhas e rabo no seu segundo).

Com um bom desempenho esteve também o matador de toiros Leonardo Benítez, cortando duas orelhas (uma no primeiro toiro e outra no segundo.)
Actuou ainda o rejoneador José Luís Rodríguez (silêncio no primeiro toiro e volta à arena no seu segundo).

Lidaram-se 6 toiros da ganadarias (3 Rancho Gande e 3 El Prado).

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Corrida de Toiros em Zacatecas (México)




Realiza-se no próximo sábado dia 20 de Novembro pelas 17 horas (horas mexicanas), uma grande corrida de toiros, na Praça de Toiros de Zacatecas (México).

O cartel será composto pelos Matadores de Toiros :

Arturo Macías
Octavio García "El Payo"
António Romero

6 toiros da ganadaria Julián Hamdam

Estará em disputa o troféu "Centenário" para a melhor lide.

25 de Dezembro dia de Natal, Diego Ventura estreia-se em arenas mexicanas


O rejoneador luso-espanhol Diego Ventura irá fazer, na Praça de Toiros de Santa María de Querétaro (México),a sua primeira de 25 aparições em corridas mexicanas no próximo dia 25 de Dezembro.

O cartel será composto pelo rejoneador Diego Ventura e os matadores de toiros Eulalio López "Zotoluco" e Octavio García "El Payo".

6 toiros da ganadaria Fernando de La Mora.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Alejandro Talavante triunfou em corrida realizada em Valência (Venezuela)


O matador de toiros madrileno Alejandro Talavante foi o principal triunfador da corrida mista que teve lugar na Praça de Toiros de Valência (Venezuela), ao cortar duas orelhas no primeiro toiro e silêncio no seu segundo.

Actuaram ainda o rejoneador José Luís Rodríguez no primeiro toiro deu volta à arena e no seu segundo cortou uma orelha e ainda o matador de toiros David Fandilla "El Fandi", silêncio no seu primeiro toiro e cortando uma orelha no seu segundo toiro.

Lidaram-se toiros da ganadaria Campolargo para o rejoneador José Luís Rodríguez e quatro toiros da ganadaria San José de Bolívar.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

João Branco Núncio "Classe que bordava o seu Toureio"


Hoje vamos recordar essa grande figura do toureio nacional que foi João Branco Núncio, nasceu a 15 de Fevereiro de 1901 na localidade de Alcácer do Sal.

Fez a sua primeira aparição no ano de 1914, na Praça de Toiros de Évora, em recompensa pelas suas excelentes actuações enquanto cavaleiro praticante a 27 de Maio de 1923, o cavaleiro António Luís Lopes cedeu a alternativa ao cavaleiro de Alcácer do Sal na Praça de Toiros do Campo Pequeno.

Branco Núncio que com Simão da Veiga (também ele um dos esteios da tauromaquia nacional a cavalo), revolucionaram por completo o modo de tourear a cavalo em Portugal.

Mestre João Branco Núncio ainda hoje é considerado como um dos melhores toureiros a cavalo que houve no panorama taurino nacional e internacional.

Viria a falecer na Golegã, com 75 anos de idade.

domingo, 14 de novembro de 2010

Rejoneador espanhol Sérgio Vegas hospitalizado devido a queda


O rejoneador espanhol Sérgio Vegas está hospitalizado no hospital Medina Del Campo em Valladolid, devido a uma aparatosa queda quando treinava na sua quinta, caindo de cabeça.

Da parte do blog Quiebros e Chicuelinas desejamos as rápidas melhoras ao rejoneador espanhol.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Cavaleiro Paulo Jorge Ferreira radicado nos Estados Unidos falou ao Quiebros e Chicuelinas






QC-Que balanço faz da sua temporada nos States?

PJF-Pois faço um balanço bastante positivo pois voltei a ser o líder do escalafón pelo quinto ano consecutivo e também foi a temporada que fiz mais corridas " 12" o que me deixa bastante satisfeito pois é sinal que as pessoas estão a gostar do meu trabalho...


QC- O que o levou a decidir emigrar para os Estados Unidos na procura de ter mais oportunidades de tourear?

PJF-Muito sinceramente não imigrei com o pensamento de ter mais oportunidades, vim com o pensamento em tourear, estar bem e deixar as coisas correrem dentro da normalidade como sempre o faço, quis Deus que as coisas tomassem este caminho, que eu tanto me orgulho e tanto lhe agradeço.

QC-Que projectos para a temporada 2011?

PJF-Os projectos são sempre os mesmos trabalhar com muita humildade, dar o máximo nas corridas que eu for actuar e irei ficar pelos Estados Unidos pois foi aqui que me acolheram e aqui me tratam bem por isso enquanto assim for irei ficar com muito gosto.

QC- Sendo que o Paulo apareceu de rompante na tauromaquia nacional, por vezes ter sido considerado como a nova promessa do toureio a cavalo em Portugal que se passou para nunca mais termos ouvido falado de si?

PJF- É com muito orgulho que recordo esses tempos e sempre com muita saudade,mas infelizmente as coisas em Portugal não estão faceís, hoje em Portugal só se pode ser toureio ou tourear a cavalo se os toureiros tiveram praças de touros ou se tiver algum apoderado que tenha algumas praças de touros, para poderem fazer as tais trocas e assim puderam andar no meio o que infelizmente é triste pois existem muitos cavaleiros com muito valor em Portugal que não têm oportunidades por isso mesmo.....Mas como Deus é enorme e a ele irei estar sempre grato posso me orgulhar de dizer que faço vida daquilo que gosto e amo...


QC- Esperançado em regressar a Portugal para puder vingar como cavaleiro tauromáquico ou irá continuar a fazer belas actuações pelas Américas quem sabe actuando em corridas de rejoneio?

PJF-Esperançado sim um dia, mas não para fazer vida de tourear a cavalo gostava de fazer 3 ou 4 corridas para comemorar algumas coisas mas duando o meu cachet sempre a alguma instituição ou a algo necessário. A minha vida passa por aqui na preparação desta coudelaria que tanto me orgulho e que tanto trabalho me tem dado para estar no ponto que esta, jamais poderei voltar as costas a tudo isto que há aqui e a todas estas pessoas que tanto respeito e me respeitam a mim.

QC-Como vê a tauromaquia nacional e internacional?

PJF-Amigo essa pergunta não lhe poderei dar a resposta que queria pois não tenho andado a par do que se passa por Portugal nem noutros paísese ligados à tauromaquia, mas acredito que continue tudo na mesma pois oiço os meus colegas a queixarem -se de faltas de oportunidades não creio que esteja melhor.

QC-Irá fazer alguma mudança na sua quadra de cavalos?

PJF-A minha quadra de cavalos está neste momento reduzida a 3 cavalos os outros vendi para poder fazer a minha vida por aqui, quando regressar a Portugal logo irei ver que se passara.

QC-Teremos um Paulo Jorge Ferreira novamente a entrar em carteís nacionais ao lado das grandes figuras?

PJF-Para mim todos os carteís são de figuras e todos os toureiros com quem toureio são figuras pois todos temos de ter valor para fazer o nosso trabalho que por vezes é super difícil por isso tenho respeito e admiração por todos eles.


Desde já o blog Quiebros e Chicuelinas agradece a disponibilidade de Paulo Jorge Ferreira para nos dar a possibilidade de lhe fazermos esta entrevista, desejando ao cavaleiro português todo o sucesso do Mundo na sua vida e na sua carreira.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

José Mestre Batista " A Maestria enquanto Toureiro"


Nasceu em São Marcos do Campo no dia 30 de Setembro de 1940, por certo o melhor cavaleiro de sempre da tauromaquia nacional, de seu nome José Mestre Batista.

Mestre Batista fez a sua apresentação ao público em 1954 na Praça de Toiros de Mourão.
Tirou a alternativa no dia 15 de Setembro de 1958 na Praça de Toiros "Daniel do Nascimento", foi seu padrinho de alternativa D.Francisco Mascarenhas.

Era apelidado de "louco" pela maneira em como desenvolvia o seu toureio, com o seu toureio frontal e com as suas célebres batidas ao pitón contrário. Designavam de "ferros à Batista" a ferragem que o cavaleiro alentejano cravava nos toiros.
Batista toureou pelos Açores, Macau, Maputo, Espanha e França elevando por muitas vezes o nome de Portugal bem alto pelos países onde toureava.

Grande rival de tantas tardes e noites era o também cavaleiro Luís Miguel da Veiga, que enchiam as praças aquando dos seus célebres mano a mano.

Ficou célebre de numa corrida realizada em Santarém em 1962, no final de uma actuação deu 5 voltas à arena saindo seguidamente em ombros da Monumental "Celestino Graça".

Mestre Batista, acabaria por falecer em Zafra, Espanha com 45 anos de idade.


Eis um pequeno apontamento sobre uma grande figura do toureio nacional e internacional.

Em breve continuaremos a recordar mais grandes toureiros que fizeram história no panorama taurino nacional.

Alguns cavalos que fizeram história na tauromaquia nacional e internacional

Hoje dou-vos a conhecer alguns cavalos de toureio que fizeram história na tauromaquia nacional e internacional.

Diamante-Joaquim Bastinhas
Infante - Paulo Caetano
Herói - João Salgueiro
Gabarito - António Ribeiro Telles
Falcão - José Mestre Batista
Sabik- José João Zoio
Europa - Rui Salvador
Importante - Rui Salvador
Zeus - José Luís Cochicho
Batoteiro - Emídio Pinto
Manzanares - Diego Ventura
Guaraná - Diego Ventura
Cagancho - Pablo Hermoso de Mendoza
Mustang - Luís Rouxinol

Por certo que existiram mais grandes cavalos de toureio, de momento só tenho conhecimento destes.

26 de Novembro grande Festival Taurino em Carmona, Sevilha


Realiza-se no próximo dia 26 de Novembro em Carmona, Sevilha um sensacional Festival Taurino.

O cartel será composto pelo rejoneador Diego Ventura e pelos matadores de toiros Finito de Córdoba, Juan José Padilla, Salvador Vega e Rafael Cerro.

Lidam-se seis toiros de distintas ganadarias.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Mas afinal a tauromaquia não é universal!


Desde menino que aprendi a gostar de corridas de toiros (Touradas), é algo que no inicio ou se gosta ou se repugna. Quis o destino que eu continuasse a gostar de ver a “Festa Brava”, e respeitando a opinião dos anti-taurinos, cada um gosta dos seus ideais, ou não temos esse direito! Pareçe que agora quem tem a culpa da treta da sociedade em que vivemos, são os aficionados das touradas e os artistas intervenientes das mesmas, onde se incluem milhares e sublinho MILHARES de seres humanos que vivem o seu dia-a-dia nos campos e montes de norte a sul de Portugal e Arquipélago dos Açores, trabalhando, cuidando e sobrevivendo da criação de cavalos e toiros, que fazem parte do nosso sustento alimentar (toiro), ou será que os anti taurinos, só comem pão com manteiga! Deixaram de comer bifes da alcatra? Não me pareçe, mas pronto, isto já me abriu ainda mais o apetite para escrever. Matam-se pessoas por dá cá esta palha, tiram-se vidas inocentes, fazem-se sofrer seres humanos por negligência dos experts politicos e não só, e atiram com as albardas para cima de uma tradição (touradas) que vêm desde o tempo da nossa monarquia, inclusivé certos reis gostavam de tourear. Meus senhores o toiro é um animal bravo e nobre, é criado nos campos com o intuito de se reproduzir, para serem lidados com a honra que merecem nas arenas e de servir para alimentar muita gente. Também vos digo se os bifes de (Vaca, Novilho e Toiro), tivessem espinhas, assim tipo safio, os anti-taurinos viravam-se para as costoletas de porco. Um dia destes numa conversa acesa com um colega na cidade do Seixal onde resido actualmente, e sobre as touradas, sendo esse humano contra as mesmas, disse-me “é uma injustiça picar o toiro, porque o toiro sofre, porque é uma luta desigual porque é anti- ético fazer uma barbaridade destas a um animal” deixei o moço falar, estava tão preocupado com o sofrimento dos toiros que não se lembrou que no fim-de-semana que estava a chegar, o mesmo colega iria para os campos Alentejanos caçar coelhos e javalis. Ora vamos lá focar esta situação, então este jovem não gosta de ver picar os toiros, e vai matar coelhos e javalis, mas só está a favor do animal TOIRO, claro está que levou nas orelhas e ficou sem argumentos para os exgrimir com a minha pessoa, é uma hipócrisia tremenda certos pontos de vista de alguns anti-taurinos, sabem uma coisa não falo mais sobre a oposição, estou a ficar com fome, e como estou de dieta deixo a azia para quem tem Compensan.
Relembro com saudosismo as grandes tardes de toiros e cito tardes, na praça do Sitio da Nazaré. As corridas na maioria das vezes eram às de momento não me elucida 17 horas (5 da tarde), casas cheias (porque seria?), uma hora e meia antes de se iniciar as corridas, já o tauródramo nazareno estava repleto de emoções e as bancadas lotadas, decorria o fim dos anos 70 principio dos anos 80. Ouvia-se no exterior da praça os vários bilheteiros a apregoar“ é para o Sol e Sombra”, (que saudades de ver corridas de toiros em pleno dia), enquanto eu já algo ansioso comia pevides e tremoços para acalmar a ansiedade e sabem porquê? Eu conto, é que iam tourear, cavaleiros como, José Mestre Baptista, (para mim o maior), José João Zoio, Luis Miguel da Veiga, Emidio Pinto, Varela Crujo, David Ribeiro Telles, Gustavo Zenkl, José Samuel Lupi, Frederico Cunha, Manuel Jorge de Oliveira, Paulo Caetano, Rui Salvador, Joaquim Bastinhas, João Salgueiro e muitos outros que a memória de momento não me elucida. Os espanhóís e cito espanhóis rejoneadores Álvaro Domecq e Paco Ojeda, destes últimos a propósito desenvolverei mais á frente de um tema que mereçe ser relatado. Relembro ainda os grandes manos a mano entre os matadores de toiros, Ricardo Chibanga e Mário Coelho que incendiavam de classe e arrojo as bancadas das praças de toiros.

Ainda em relação aos espanhóis e embora eu seja um aficionado de longa data pois sempre comprei bilhetes para assistir às corridas, só mais recentemente e em trabalho para o jornal Região da Nazaré onde excerço actividade, tenho tido a possibilidade de viver mais de perto (teia) as emoções que nos são transmitidas pelos intervenientes da Festa Brava, já reparei que em alguns sectores, fartam-se de cortar na casa uns dos outros, mas pronto é como que em qualquer actividade dirão uns, outros nem por isso. A imprensa tauromáquica portuguesa e pelo que me é dado a ler em revistas e jornais da aficion tem tendências na maioria dos seus artigos para não dar valor aos rojeonadores espanhóis e matadores de toiros, é algo que eu não entendo, temos bons valores em Portugal é a mais pura realidade, mas não dar valor aos “nuestros hermanos” é de uma arrogânçia sem limites. Quando pensei em criar este blog “Quiebros e Chicuelinas” em conjunto com o meu filho, sabiamos que não se iria agradar a muita boa gente, mas também era de esperar que tivessemos a pouco e pouco uma aceitação por parte dos verdadeiros aficionados que não querem ler só artigos das corridas em Portugal, também gostam de saber o que se passa na tauromaquia a nivel mundial, e temos feito por tentar estar sempre na linha da frente, não queremos competições nem comparações com outros blogs, somos diferentes, por isso é que em três meses e meio temos a felicidade de ter recebido quase 1500 visitas, palavras para quê! Termino com esta citação “ A Tauromaquia não é universal!”

Parabéns e obrigado a todos os aficionados que visitam o nosso/vosso “ Quiebros e Chicuelinas”.

Não quero deixar passar a oportunidade de agradeçer ao principal responsavel pela manutenção actualizada do blog, e o grande dinamizador do mesmo o Bruno Paparrola, sem dúvida um excelente e isento aficionado.


Saudações Taurinas.

Um dos moderadores do Blog:

Joaquim José Paparrola

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Praça de Toiros da Nazaré 1º em termos de espectáculos realizados em praças de 2ªcategoria


A Praça de Toiros do Sítio da Nazaré atingiu o 1º lugar em termos de espectáculos realizados em praças de 2ªcategoria, devido aos 8 espectáculos realizados na temporada 2010.

Empatada em 1ªlugar com a Praça de Toiros de Alcochete também com 8 corridas realizadas.

Tradicional Feria de Abril em Sevilha com menos três corridas na temporada 2011


A empresa detentora da Real Maestranza de Sevilha, veio a público divulgar as datas dos festejos que se realizaram de 24 de Abril a 8 de Maio, deu-se conta de menos três festejos em relação aos anos anteriores.

Entrevista ao cavaleiro português Paulo Jorge Ferreira


Não percam em breve a entrevista do cavaleiro português Paulo Jorge Ferreira ao blog de tauromaquia Quiebros e Chicuelinas!!!!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Abertura da temporada no México




Decorreu no passado domingo a abertura da temporada no México.
Deixo-vos os resultados das três corridas realizadas no México:

Monumental do México

Matadores de Toiros:

Eulalio López "Zotoluco" (ovação no primeiro toiro, silêncio no segundo e orelha no terceiro).
Enrique Ponce (ovação com forte petição de orelha no primeiro toiro e palmas com aviso no seu segundo toiro).
El Payo (silêncio no primeiro toiro, silêncio no segundo e duas orelhas no terceiro).

Toiros da ganadaria San José e Jorge María


Monterrey

Matadores de Toiros:

Sebástian Castella (ovação no primeiro toiro, orelha no segundo toiro e duas orelhas no terceiro toiro).
Juan Pablo Sanchéz (ovação no primeiro toiro, ovação no segundo e orelha no terceiro toiro).

Toiros da ganadaria Begoña

Guadalajara

Matadores de Toiros:

Alfredo Ríos "El Conde" (ovação no primeiro toiro e palmas no segundo)
Pedro Gutíerrez "El Capea"(silêncio no primeiro e segundo toiro)
Joselito Adame (orelha no primeiro e orelha no segundo).

Toiros da ganadaria Xajay

sábado, 6 de novembro de 2010

A azia que reina nalguns meios de comunicação social taurinos





Chegou ao limite!!! Continuam alguns meios de comunicação social tauromáquicos a arrasarem cada vez mais com o rejoneio praticado pelos rejoneadores espanhoís quando actuam em Portugal.
Não me admira nada já que o toureio em Portugal estagnou, continuamos com classicismos, não passamos disto.
Amigos está na altura de o toureio em Portugal mudar, o toureio a cavalo nasceu em Portugal, mas os melhores artistas a cavalo estão em Espanha, à excepção de cavaleiros como João Moura, Rui Fernandes, Rui Salvador, João Salgueiro, Paulo Caetano, Luís Rouxinol.

A tauromaquia à escala global tem de se unir e não podemos andar sempre a dizer mal de artistas (mais concretamente do rejoneio) por saírem pela Porta Grande da Praça do Campo Pequeno.

Se fossemos ver assim o cavaleiro João Moura estava sempre a ser criticado pela imprensa espanhola devido ao facto de ínumeras vezes ter saído pela Puerta Grande de Las Ventas.

Portanto espero que todos os meios de comunicação comecem a pensar naquilo que escrevem sobre o toureio a pé e do rejoneio.
Mas um certo rejoneador que a crítica portuguesa arrasa sempre, mais concretamente o rejoneador luso-espanhol Diego Ventura, que é sempre criticado pelo seu toureio que pratica.
Ah pois, já me esquecia. Nasceu em Portugal e foi para Puebla Del Rio muito novo, se calhar a inveja de não ser cavaleiro (e ser rejoneador) faz com que as críticas ao seu toureio sejam cada vez mais.

Montijo (encheu e consequente saída em ombros), Lisboa por duas (encheu e saída pela Porta Grande), Santarém foi uma autêntica romaria, Beja faltou algum público, Moita encheu por completo.

E que haja tempos de mudança na tauromaquia nacional.

Viva a Tauromaquia acima de tudo seja toureio à portuguesa, a pé ou de rejoneio!!!

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Rui Fernandes com novos apoderados em Espanha


O cavaleiro português Rui Fernandes tem uma nova dupla de apoderados em Espanha.
Manuel Alvaréz Canorea e José Maria Almodôvar são os novos apoderados de Rui Fernandes.

Grandioso Festival Taurino em São Manços


Realiza-se amanhã pelas 16h30, um grandioso festival taurino.

Farão parte do cartel os cavaleiros:

José Manuel Duarte
Gilberto Filipe
Filipe Gonçalves
Tomás Pinto
João Soller Garcia
Maria Mira

Forcados amadores de São Manços

6 toiros de diversas ganadarias António Charrua, Dias Coutinho, Passanha, Santa Maria, Sociedade Agrícola Rio Frio e Santiago.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Quase rematada a Feira de Bogotá (Colômbia)


Estão quase definidos os carteís das corridas de toiros que se irão realizar em Bogotá (Colômbia), que se realizarão entre os mês de Janeiro e Fevereiro.

Assim sendo o primeiro cartel da feira, que se realizará no dia 15 de Janeiro irá ser composto pelos matadores de toiros:

"Leandro de Andalucía"
Sérgio Blanco
David Martínez

6 toiros da ganadaria Juan Carlos Paéz


Domingo dia 16, matadores de toiros:

Pepe Manrique
Paco Perlaza
Santiago Naranjo

6 toiros da ganadaria ainda por designar

Domingo 23 de Janeiro:

Rejoneador:

Pablo Hermoso de Mendoza

Matadores de toiros:

Luís Bolívar
Cayetano Rivera Ordoñez

6 toiros da ganadaria Ernesto Gutíerrez


Domingo 30 de Janeiro:

Rejoneador:

Pablo Hermoso de Mendoza


Matadores de toiros:

Sebastían Vargas
Miguel Angél Perera

6 toiros da ganadaria Archury


Domingo, 6 de Fevereiro:

Matadores de toiros:

Miguel Abellán
Diego Urdiales
Juan Solanilla

6 toiros da ganadaria Santa Bárbara


Domingo, 13 de Fevereiro.

Matadores de toiros:

Sebastían Castella
Luis Bolívar
Daniel Luque


6 toiros da ganadaria Juan Bernardo Caicedo


Domingo, 20 de Fevereiro:

Matadores de Toiros:

Pepe Manrique
EL Juli
Sebastían Castella


6 toiros da ganadaria Las Ventas Del Espirítu Santo

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Notícia em primeira mão: Diego Ventura actuará em 2011 na Monumental de Santarém e na do Montijo



O rejoneador luso-espanhol Diego Ventura está já contratado para actuar em duas corridas de toiros em Portugal, podendo eventualmente actuar em mais duas corridas.

A primeira será em Santarém provavelmente no feriado nacional, dia 10 de Junho, a segundo corrida que será no Montijo deverá ser no dia 29 de Julho de 2011.

Será o regresso da primeiríssima figura do rejoneio Mundial a Portugal.