sábado, 14 de maio de 2011

Corrida de Toiros amanhã em Salvaterra de Magos.




Imagem:DR.

Tarde de enormes triunfos em Osuna (Sevilha), com os três matadores de toiros a saírem em ombros.




Decorreu hoje na localidade de Osuna (Sevilha), uma excelente corrida de toiros apeada onde os três matadores de toiros (Enrique Ponce, Sebastián Castella e Alejandro Talavante)saíram em ombros.


De realçar os bons toiros da ganadaria Fermín Bohórquez, na nossa opinião destacando-se o segundo toiro da corrida.


Enrique Ponce - cortou duas orelhas (ovação no seu primeiro toiro e duas orelhas com forte petição de rabo no seu segundo).

Sebastián Castella - cortou duas orelhas (orelha com forte petição de segunda e orelha no seu segundo toiro)

Alejandro Talavante - cortou duas orelhas (orelha no seu primeiro toiro e orelha no seu segundo).


Fotos:DR.

Campo Pequeno promove Corrida de Toiros Mista, do próximo dia 19 de Maio no Campo Pequeno.


Estreia no Campo Pequeno da Ganadaria de Rego Botelho e do matador espanhol Alejandro Talavante

A corrida de dia 19 de Maio conta com duas estreias absolutas: a da ganadaria açoriana de Rego Botelho (encaste Parladé-Domecq) e do matador de toiros espanhol Alejandro Talavante, um dos valores confirmados da nova geração, presença nas maiores feiras de Espanha e que inscreve o Campo Pequeno no seu roteiro de 2011.
A ganadaria de Rego Botelho foi fundada em 1953 através da aquisição de reses de Castro parreira e aumentada com vacas de Dinis Fernandes e um semental de José Pedrosa (1960). Em 1979 foram adquiridas vacas e sementais de David Ribeiro Telles e, dez anos depois de Rio Frio e José Lupi, bem como sementais de Brito Paes e Oliveiras Irmãos. Posteriormente foram adquiridas vacas e sementais de Simão Malta e Jandilla. Pasta na Quinta da Maromba, em Angra do Heroísmo e tem como data de antiguidade 21 de Junho de 1964 (Angra do Heroísmo).
Quanto a Alejandro Talavante é um dos jovens matadores espanhóis que tem vindo a engrandecer o nome da Escuela Taurina de Badajoz, de onde é oriundo. Tomou alternativa de matador de toiros em Cehegín (Múrcia) a 9 de Junho de 2006, apadrinhado por José Antonio Morante de la Puebla, com David Fandila “El Fandi” como testemunha. Lidou toiros de Bejumea e cortou três orelhas. Na temporada de 2010 classificou-se em quarto lugar na lista dos matadores de toiros que mais tourearam. Actuou em 65 corridas, tendo cortado 52 orelhas e um rabo e lidado 130 reses. No final da temporada rumou ao México, registado dois grandes triunfos na Monumental da Cidade do México e, de regresso a Espanha, triunfou na feira de Inverno em Vistalegre (Madrid) e em Olivença. Está contratado para as principais feiras taurinas de Espanha e França.
Alternará com Antonio Ferrera, o brilhante vencedor do galardão Campo Pequeno 2010 para o melhor matador de toiros, um bandarilheiro de excepção que esta temporada já indultou dois toiros. Nas suas duas actuações no Campo Pequeno, em 2010, Ferrera conquistou os aficionados pela entrega nos três tércios da lide, destacando-se pela espectacularidade com que bandarilha e profundidade do seu toureio de muleta. Na sua agenda para 2010 constam duas tardes em Madrid (29 de Maio e 10 de Junho) a que se seguirão as mais importantes feiras da temporada espanhola.
Actuam os cavaleiros Joaquim Bastinhas e Luis Rouxinol, dois dos cavaleiros por quem o público nutre o maior carinho e admiração, resultado de trajectórias profissionais de enorme valor, exímios executantes da sorte de bandarilhas a duas mãos!
As pegas estão a cargo dos valentes forcados da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, capitaneados por Adalberto Belerique, numa corrida abrilhantada pela Banda Filarmónica Recreio Serretense, de Angra do Heroísmo, numa corrida que afirma em Lisboa toda a pujança da festa brava na Região Autónoma dos Açores.



Fonte:Sociedade Campo Pequeno.

Imagem:DR.