terça-feira, 3 de maio de 2011

Os Grupos de Forcados presentes quinta feira na arena do Campo Pequeno.



Venho-vos falar dos grupos de forcados que irão marcar presença na arena do Campo Pequeno, na próxima quinta feira.

Falo-vos dos grupos de forcados de Montemor e Coruche.
Começando pela ordem de antiguidade, o grupo de Montemor estreou-se no dia 4 de Setembro de 1939 na Praça de Toiros de Montemor-o-Novo onde pegaram toiros da ganadaria António Branco Teixeira.

É um dos grupos de forcados com mais anos nas arenas lusitanas e não só, já teve cabos os seguintes forcados: Simão Malta de 1939 a 1945/1949 a 1950 , Manuel Sousa Nunes de 1945 a 1948, seguiram-se cinco anos de interregno nos forcados de Montemor tendo regressado às arenas pelo novo cabo Américo Chinita que este um ano no grupo 1955 a 1956, Joaquim José Capoulas de 1956 a 1971, António José Zuzarte de 1971 a 1979, João Cortes de 1979 a 1984, Paulo Vacas de Carvalho de 1984 a 1997, Rodrigo Corrêa de Sá de 1997 até 2008 e actualamente o cabo é o forcado de caras José Maria Cortes.


O grupo de Coruche foi formado no ano de 1971 sobe o comando do cabo João Costa Pereira de 1971 a 1973, José Tadeia 1973/1974, António Tabacão de 1974 a 1978, Franciso Tomaz 1978 a 1985, Alberto Simões de 1985 a 1987, Vítor Tomaz 1987 a 1989, José Ribeiro da Cunha 1989 a 1991, Jesuíno Mesquita de 1991 a 2001 e actualmente o cabo é o forcado de caras Amorim Ribeiro Lopes.


Fotos:DR.

Os cavalos "craques" das quadras de António Ribeiro Telles, Pablo Hermoso de Mendoza e João Moura Jr, quinta feira no Campo Pequeno.




Venho-vos falar sobre os cavalos "craque" dos três cavaleiros que irão actuar na próxima quinta feira, no Campo Pequeno.

No caso de António Ribeiro Telles tem na sua quadra o cavalo de nome "Santarém", com ferro de Vasco Tomáz, tem 10 anos de idade e em termos de raça é cruzado português.
Um cavalo que permite a António chegar ao sitío que quer nas suas sortes, e que tem dado grandes triunfos ao cavaleiro da Torrinha.



Pablo Hermoso de Mendoza tem na sua quadra como "vedeta" o cavalo de seu nome "Chenel", tem ferro de Pablo Hermoso de Mendoza, raça Lusitano e com idade ao qual desconhecemos.
Um cavalo que toureia muito bem de costado a duas pistas, muito bom nos trincherazos e faz muito bem as batidas ao pitón contrário.



Em relação a João Moura Jr. o "craque" da sua quadra é o cavalo de nome "Merlin", cavalo que já pertenceu ao rejoneador espanhol Pablo Hermoso de Mendoza e que desenvolve um toureio á medida dos cavaleiros da familía Moura.
"Merlin" tem o ferro Jack Boniére e tem como raça de origem francesa.



Fotos:DR

João Moura Jr. quinta feira no Campo Pequeno.