sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Cavaleiro Paulo Jorge Ferreira radicado nos Estados Unidos falou ao Quiebros e Chicuelinas






QC-Que balanço faz da sua temporada nos States?

PJF-Pois faço um balanço bastante positivo pois voltei a ser o líder do escalafón pelo quinto ano consecutivo e também foi a temporada que fiz mais corridas " 12" o que me deixa bastante satisfeito pois é sinal que as pessoas estão a gostar do meu trabalho...


QC- O que o levou a decidir emigrar para os Estados Unidos na procura de ter mais oportunidades de tourear?

PJF-Muito sinceramente não imigrei com o pensamento de ter mais oportunidades, vim com o pensamento em tourear, estar bem e deixar as coisas correrem dentro da normalidade como sempre o faço, quis Deus que as coisas tomassem este caminho, que eu tanto me orgulho e tanto lhe agradeço.

QC-Que projectos para a temporada 2011?

PJF-Os projectos são sempre os mesmos trabalhar com muita humildade, dar o máximo nas corridas que eu for actuar e irei ficar pelos Estados Unidos pois foi aqui que me acolheram e aqui me tratam bem por isso enquanto assim for irei ficar com muito gosto.

QC- Sendo que o Paulo apareceu de rompante na tauromaquia nacional, por vezes ter sido considerado como a nova promessa do toureio a cavalo em Portugal que se passou para nunca mais termos ouvido falado de si?

PJF- É com muito orgulho que recordo esses tempos e sempre com muita saudade,mas infelizmente as coisas em Portugal não estão faceís, hoje em Portugal só se pode ser toureio ou tourear a cavalo se os toureiros tiveram praças de touros ou se tiver algum apoderado que tenha algumas praças de touros, para poderem fazer as tais trocas e assim puderam andar no meio o que infelizmente é triste pois existem muitos cavaleiros com muito valor em Portugal que não têm oportunidades por isso mesmo.....Mas como Deus é enorme e a ele irei estar sempre grato posso me orgulhar de dizer que faço vida daquilo que gosto e amo...


QC- Esperançado em regressar a Portugal para puder vingar como cavaleiro tauromáquico ou irá continuar a fazer belas actuações pelas Américas quem sabe actuando em corridas de rejoneio?

PJF-Esperançado sim um dia, mas não para fazer vida de tourear a cavalo gostava de fazer 3 ou 4 corridas para comemorar algumas coisas mas duando o meu cachet sempre a alguma instituição ou a algo necessário. A minha vida passa por aqui na preparação desta coudelaria que tanto me orgulho e que tanto trabalho me tem dado para estar no ponto que esta, jamais poderei voltar as costas a tudo isto que há aqui e a todas estas pessoas que tanto respeito e me respeitam a mim.

QC-Como vê a tauromaquia nacional e internacional?

PJF-Amigo essa pergunta não lhe poderei dar a resposta que queria pois não tenho andado a par do que se passa por Portugal nem noutros paísese ligados à tauromaquia, mas acredito que continue tudo na mesma pois oiço os meus colegas a queixarem -se de faltas de oportunidades não creio que esteja melhor.

QC-Irá fazer alguma mudança na sua quadra de cavalos?

PJF-A minha quadra de cavalos está neste momento reduzida a 3 cavalos os outros vendi para poder fazer a minha vida por aqui, quando regressar a Portugal logo irei ver que se passara.

QC-Teremos um Paulo Jorge Ferreira novamente a entrar em carteís nacionais ao lado das grandes figuras?

PJF-Para mim todos os carteís são de figuras e todos os toureiros com quem toureio são figuras pois todos temos de ter valor para fazer o nosso trabalho que por vezes é super difícil por isso tenho respeito e admiração por todos eles.


Desde já o blog Quiebros e Chicuelinas agradece a disponibilidade de Paulo Jorge Ferreira para nos dar a possibilidade de lhe fazermos esta entrevista, desejando ao cavaleiro português todo o sucesso do Mundo na sua vida e na sua carreira.

Sem comentários:

Enviar um comentário