segunda-feira, 1 de agosto de 2011

No Campo Pequeno brilhou com mais intensidade a forcadagem

Tauromaquia: Neste próximo sábado realiza-se na castiça praça Nazarena a Corrida das Bandarilhas.

Reportagem escrita por Bruno Paparrola, reportagem fotográfica por Joaquim José Paparrola



Os dois moderadores do Blog de Tauromaquia “Quiebros e Chicuelinas” e Jornal Região da Nazaré, deslocaram-se no passado dia 28 de Julho ao Campo Pequeno onde acompanharam ao vivo a Corrida de Toiros em homenagem ao Forcado. A Monumental do Toureio a Cavalo registou uma excelente assistência para assistir a este cartel que foi composto pelos cavaleiros: Vítor Ribeiro, Manuel Lupi e Salgueiro da Costa. Pegaram os Forcados Amadores de Santarém, Montemor e Lisboa, capitaneados respectivamente pelos cabos Diogo Sepúlveda, José Maria Cortes e Pedro Maria Gomes. Lidaram-se seis toiros da ganadaria Veiga Teixeira, que acabaram por cumprir e dar lides distintas aos três cavaleiros.




Abriu praça o cavaleiro Vítor Ribeiro, que iniciou da melhor maneira a sua lide tendo executado uma excelente porta-gaiola, dando vantagens ao toiro cravando de alto a baixo o primeiro ferro comprido. Nos ferros curtos esteve a gosto, ligado ao seu oponente entrando frontal nos terrenos do toiro, para deixar a ferragem curta, perante um toiro colaborador que deu boa lide ao cavaleiro da Caparica, para culminar a sua positiva lide cravou um bom ferro de palmo. No seu segundo toiro alcançou a sua melhor lide, tendo cravado um segundo ferro comprido de excelente nota. Nos curtos montando um cavalo “craque” da sua quadra, Vítor Ribeiro empolgou a aficíon lisboeta com uma lide cheia de risco e emoção. Indo de frente batendo ao pitón contrário, com o toiro a ir ao “engano” e a cravar de alto a baixo ferros curtos de muito mérito. Terminou a sua passagem por Lisboa com um ferro de palmo, nos terrenos do toiro. Boa prestação de Vítor Ribeiro pela Monumental do Campo Pequeno.



Em segundo lugar lidou o cavaleiro Manuel Lupi, que teve uma lide de muito esforço para ultrapassar as dificuldades causadas pelo seu oponente, que tinha pouca transmissão e foi pouco colaborador Cumpriu na ferragem comprida. Nos ferros curtos, o que não pôs o toiro pôs o cavaleiro, cravando alguns ferros de mérito. No seu segundo esteve bastante melhor indo de menos a mais na sua actuação, tendo cravado uma muito bom segundo ferro comprido.
Nos curtos atingiu os seus melhores momentos, desenhando bem as sortes indo frontal cravando meritórios ferros curtos, tendo como ponto alto um ferro de palmo cravado junto às tábuas, numa sorte de algum risco. Passagem discreta pela capital do cavaleiro da Barroca D’Alva, que com certeza noutras noites irá estar melhor.



O terceiro cavaleiro da terna a actuar foi João Salgueiro da Costa, que teve uma primeira actuação em que teve de puxar dos galões para sair por cima do toiro que teve pela frente. Elegeu bem os terrenos para cravar ferros de boa nota, porem o toiro por diversas a refugiou-se em tábuas dificultando o labor ao cavaleiro de Valada do Ribatejo, numa lide em que Salgueiro da Costa esteve sempre interligado com o toiro. No seu segundo toiro manteve o nível cravando bons ferros, e nem o forte toque que levou na montada manchou actuação ao cavaleiro Salgueiro. No que diz respeito às pegas, o concurso para a melhor foi para o forcado José Maria Cortes do grupo de Montemor, tendo o melhor grupo sido atribuído ao grupo de Santarém que irá pegar seis toiros da ganadaria Passanha no próximo dia 18 de Agosto no Campo Pequeno. Luís Sepúlveda (Santarém) - excelente pega à córnea, consumada à primeira tentativa. João Tavares (Montemor) – boa pega à córnea, consumada à primeira tentativa. Pedro Maria Gomes (Lisboa) – grande pega executada à barbela, consumada à primeira tentativa. João Brito (Santarém) – boa pega executada à córnea e à primeira tentativa.



José Maria Cortes (Montemor) – estrondosa pega executada à córnea, consumada à primeira tentativa, tendo este vencido o troféu em disputa. Gonçalo Maria Gomes (Lisboa) – pega consumada à terceira tentativa.

Sem comentários:

Enviar um comentário