domingo, 11 de setembro de 2011

Rui Fernandes e Amadores da Chamusca triunfaram

Tauromaquia: Temporada taurina na Nazaré fecha com brilhantismo em 2011


Reportagem de Bruno Paparrola e Joaquim José Paparrola

A Praça de Toiros do Sitio da Nazaré recebeu no passado dia 8 de setembro , uma grandiosa corrida de toiros inserida nas festividades em Honra de Nossa Senhora da Nazaré. Em praça estiveram os cavaleiros Joaquim Bastinhas, Rui Fernandes e Tiago Carreiras. Pegaram os seis toiros da ganadaria Vinhas, os forcados do Aposento Barrete Verde de Alcochete, Amadores da Chamusca e Aposento da Chamusca.
Abriu praça o cavaleiro Joaquim Bastinhas que rubricou uma boa lide, apesar de ter tido pela frente um toiro que não transmitia muito, conseguiu estar por cima, tendo executado uma faena com o seu cunho pessoal de muita ligação ao publico, colocando em alvoroço as bancadas completamente cheias da praça nazarena com um bom ferro palmo e um excelente par de bandarilhas que culminaram com a sua boa atuação .
Na sua segunda lide não teve muitos momentos de destaque devido ao ter pela frente um toiro completamente manso, que não deu quaisquer hipóteses de triunfo ao cavaleiro de Elvas.




O segundo cavaleiro a atuar foi Rui Fernandes, que demonstrou estar a atravessar um grande momento de forma, talvez o melhor da sua carreira até ao momento. Entendeu bem o toiro para depois ter uma lide de risco e emoção, indo de frente dando uma ligeira batida ao piton contrário cravando de seguida ao estribo, grandes ferros curtos. Logo de seguida foi buscar um dos cavalos “craque” da sua quadra, tendo-se adornado para depois entrando em terrenos de compromisso cravar duas bandarilhas de muito boa nota.



Excelente a primeira atuação do cavaleiro de Charneca da Caparica.
No seu segundo esteve uns furos acima da sua primeira atuação , excelente a levar o toiro na garupa do seu cavalo estrela de nome “Vivaldi”, para logo a seguir colocar o toiro em sorte para cravar ferros de muito mérito. Tentou os quiebros mas como o toiro não saía, partiu para cima do seu oponente para cravar dois bons ferros curtos. Sacou de seguida o cavalo “Único” que faz o balanceo, para ainda cravar mais duas bandarilhas curtas, tendo o cavalo no momento do remate da sorte dado duas piruetas na cara do toiro. Culminou a sua excelente com um par de bandarilhas a duas mãos.
Triunfo forte de Rui Fernandes no regresso à Praça de Toiros do Sítio da Nazaré.
Em terceiro lugar atuou o cavaleiro Tiago Carreiras que teve uma passagem bastante positiva pela Nazaré. No seu primeiro toiro teve de puxar dos galões para poder superar as dificuldades que o seu oponente lhe criava, tendo uma lide bastante trabalhosa. Apesar disso esteve bem, cravando ferros de mérito a um toiro manso que não para o cavaleiro de Sousel ter uma lide de grandes destaques.



Na sua segunda atuação esteve uns furos acima, tendo pela frente um toiro que colaborador que deu para que executasse uma boa lide. Elegeu bem os terrenos, para deixar o ti em sorte, montando o seu cavalo craque de nome “Quirino” cravar excelentes ferros curtos, rematando a sorte com uma brega cingida bastante vistosa que o seu cavalo efetua .
Boa passagem de Tiago Carreiras pela Nazaré.

No que às pegas diz respeito a primeira pega da noite foi efetuada por Diogo Amaro forcado do grupo do Aposento Barrete verde Alcochete, que se fechou bem à córnea consumando à primeira tentativa. A segunda da noite esteve a cargo do grupo dos Amadores da Chamusca, tendo o forcado Nuno Luís efetuado excelente pega à córnea consumada ao primeiro intento.´



A terceira pega da noite esteve a cargo do forcado do Aposento da Chamusca, Bruno Rodrigues que efetuou boa pega à córnea, consumada à primeira tentativa.
A quarta pega da noite esteve a cargo do forcado Diogo Timóteo do Aposento do Barrete Verde de Alcochete, que se fechou à córnea tendo-se consumado a pega à terceira tentativa.
A penúltima pega da noite foi efetuada pelo forcado dos Amadores da Chamusca, Diogo Cruz que executou boa pega à córnea consumada ao primeiro intento.
A última pega da noite esteve a cargo do forcado do Aposento da Chamusca, João Salgueiro que se fechou à córnea, consumada à terceira tentativa.
O vencedor do concurso de pegas, que teve um júri composto por cinco elementos entre os quais esteve Joaquim José Paparrola, foi o forcado dos Amadores da Chamusca, Nuno Luís que efetuou a segunda pega da corrida. Em nome do Jornal Região da Nazaré, e do blog de tauromaquia “Quiebros e Chicuelinas” mais concretamente dos repórteres, Bruno Paparrola e Joaquim José Paparrola, um especial agradecimento ao empresário Rui Bento Vasques e a Paulo Pereira por todas as condições que nos proporcionaram para que fizéssemos esta temporada taurina tanto na Nazaré como no Campo Pequeno.

Sem comentários:

Enviar um comentário