quarta-feira, 8 de junho de 2011

O que poderá marcar a diferença na Corrida de Toiros de dia 10 de Junho em Santarém.






Venho-vos dar conhecer o que na nossa opinião poderá marcar a diferença na corrida de toiros de dia 10 de Junho em Santarém.

Em relação às montadas(cavalos craque) dos três cavaleiros:

João Moura tem na sua quadra o cavalo de nome "Merlin", tem ferro Jack Boniére, pelagem Baio, tem oito anos de idade e em termos de raça é de origem francesa.
Toureia muito bem de costado e faz uma ligeira batida com muita expressão na cara do toiro e que é utilizado nas banderilhas.
Este cavalo já pertenceu ao rejoneador espanhol Pablo Hermoso de Mendoza.

Na quadra de Diego Ventura encontramos entre os muitos outros grandes cavalos de toureio que o luso-espanhol, tem na sua quadra o cavalo de nome "Sueste".
"Sueste" tem ferro Vinhas, pelagem Tordo, oito anos de idade e raça Lusitano.
É um cavalo que faz bem o "Terra a Terra" e que tem um quiebro excepcional, que muito empolga os aficionados.
Cavalo utilizado no tércio de banderilhas.


Na quadra de Tomás Pinto encontramos o cavalo de nome "Tequila", um cavalo que transmite confiança ao seu ginete e executa um agradável toureio frontal.
"Tequila" tem ferro Souza Cardoso, Lusitano e é utilizado no tércio de banderilhas.


Em relação aos dois Grupos de Forcados presentes nesta corrida, destaco dois forcados que costumam marcar a diferença nos seus dois grupos.
Primeio falo-vos do Forcado de Santarém, Gonçalo Veloso que tem muita valentia na cara dos toiros e demonstra muita raça mesmo por vezes lesionado aquando de alguma tentativa.
No Grupo de Alcochete destaco o Forcado e Cabo, Vasco Pinto que para muitos é considerado o melhor forcado a pegar de caras em Portugal.
Enfrenta todo o tipo de toiros, de realçar a excelente que executou a temporada passada na Praça de Toiros de Alcochete a um toiro da ganadaria Campos Peña, com mais de 700kg.


Fotos:DR.

Sem comentários:

Enviar um comentário