domingo, 15 de maio de 2011

Tarde Triunfal de Victor Puerto, Javier Conde, Angél Teruel e da ganadaria Albarreal em La Algaba, em Sevilha.




Puerto, Conde e Teruel em ombros da Corrida Goyesca realizada em La Algaba, perto de Sevilha.



Decorreu esta tarde na localidade de La Algaba (Sevilha), uma Grandiosa e Triunfal Corrida Goyesca. Em praça estiveram os Matadores de Toiros: Victor Puerto, Javier Conde e Ángel Teruel. Lidou-se um excelente curro de toiros da ganadaria Albarreal.Abriu praça o matador de Toiros Victor Puerto que teve uma primeira lide cheia de maestria e saber. No tércio “Capote” esteve de menos a mais, executando excelentes “Verónicas” onde o toiro que lidou, investia com classe e que transmitia muito.
Na “Muleta” manteve a toada do primeiro tércio, desferindo grandes “Derechazos” a um toiro que investia bastante bem com o pitón esquerdo e daí o Diestro espanhol a tirar tudo o que de bravura e raça tinha este toiro de seu nome “Balsâmico” (para mim um dos melhores toiros da corrida). Uma faena de muito temple e verdade.
Matou de estocada inteira e como recompensa da performance do toureiro espanhol foram-lhe concedidas duas orelhas.
Na sua segunda actuação começou bem no tércio de “Capote” com excelentes Verónicas, porem o que o toiro prometeu no primeiro tércio não cumpriu no tércio de “Muleta”. Puerto lidou um toiro difícil desde logo, começando a tourear ao “Natural”, pela excelente investida do seu piton direito, mas logo de seguida cambiou de lado mas sem o mesmo êxito do “passe” anterior.
Na hora de matar “Pinchou”, matou à terceira de “Descabello” daí ter recebido ovação no final da sua lide, mesmo assim deu para ver que Victor Puerto está num excelente momento de toureio e como recompensa irá tourear brevemente a “Las Ventas” Monumental de Madrid.

Em segundo lugar toureou o Matador de Toiros Javier Conde, no primeiro tércio não deu para explanar lances de “Capote” já que optou só por “provar” o toiro. No tércio de “Muleta” já deu para poder mostrar o que realmente vale, tirando partido de mais um (bom) toiro que tinha codicía e muita classe, toureando por ambos os lados ao “Natural” e com “Derechazos” culminando por vezes com excelentes “Passes de Peito”, o toiro nem sempre facilitava o labor ao matador espanhol, já que ao investir na “Muleta” derrotava com muita força tirando algum brilhantismo à lide do Matador. Contudo foi uma prestação positiva por parte de Javier Conde que foi silenciado, devido ao facto de ter matado o toiro só à quarta estocada depois de três “Pinchazos”. No seu segundo toiro esteve em grande, estando logo no primeiro tércio soberbo e com bastante tourearia.
No tércio de “Muleta” mandou nas investidas do toiro fazendo uso da variedade do seu toureio alcançou um triunfo forte perante um toiro extremamente bravo e com bastante transmissão (para mim o melhor da corrida).
Na hora de matar fez de estocada inteira mas a ter de matar de “Descabello”, já que o toiro demorava a cair. Conde nesta faena cortou duas orelhas assegurando desde logo a saída pela Porta Grande da castiça Praça de Toiros de La Algaba, Sevilha.


O terceiro toureiro em praça foi o Matador de Toiros Ángel Teruel, que nos “capotazos” esteve bastante bem dando bonitos quites de “Verónicas” e de "Chicuelinas".
Na “Muleta” a lide veio de menos a mais, mas o matador de toiros madrileno a aproveitar as características do toiro que lhe caiu em sorte, um toiro que humilhava bastante na hora da investida na “Muleta" do Diestro madrileno. Teruel cambiou frequentemente de lado nos seus “Passes”, tendo executado excelentes “Circulares” que empolgaram o público aficionado presente naquela mesma praça sevilhana.
Matou de estocada inteira valendo-lhe também logo duas orelhas, bem merecidas diga-se pela Grande Faena executada por Ángel Teruel.
No seu segundo toiro teve de “puxar pelos galões” para poder executar uma faena vistosa e triunfal, perante algo complicado no momento das investidas.
Um toureiro que concerteza deveria merecer mais atenção por parte dos empresários taurinos espanhoís e não só, já que alcançou um Grande Triunfo nesta Goyesca.
Matou de estocada inteira valendo-lhe duas orelhas consagrando-se como o grande triunfador da tarde.

Uma palavra para o curro de toiros da ganadaria Albarreal que mostraram enorme bravura, raça e muita emoção.
Bom triunfo desta ganadaria.

Lidaram-se excelentes toiros da ganadaria Albarreal.
Bruno Paparrola (via TV).


Fotos:DR.

Sem comentários:

Enviar um comentário